domingo, 31 de julho de 2016

WhatsApp pode acessar conversas deletadas pelos usuários



Embora afirme constantemente que não possui acesso ao conteúdo das conversas entre seus usuários, o WhatsApp, na verdade, tem como cavucar nos seus registros para encontrar essas informações — mesmo depois de os usuários terem deletado as mensagens.

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK E FIQUE POR DENTRO DE TODAS AS NOVIDADES DA TECNOLOGIA

A descoberta foi feita pelo pesquisador especializado em iOS Jonathan Zdziarski. Ao examinar imagens de disco da versão mais recente do aplicativo, ele percebeu que o WhatsApp retém traços forenses dos registros de conversa. Esses dados podem ser acessados tanto fisicamente quanto remotamente, por meio de sistemas de backup.
O problema, segundo Zdziarski, está no banco SQLite usado pela empresa nos códigos do app, porque ele não faz a sobreposição de dados automaticamente. Assim, mesmo que esteja marcada como apagada, cada mensagem permanece disponível dentro do app ou em serviços de armazenamento como iCloud.
O WhatsApp possui um esquema forte de criptografia que impossibilita o acesso às conversas quando elas estão em trânsito. Só que quando as mensagens chegam nos aparelhos a história muda.
Não que essa situação seja exclusiva do WhatsApp. Em conversa com o The Verge, Zdziarski afirmou que vários serviços similares deixam traços forenses — “[o] iMessage deixa muitos”, disse. Já o Signal, que é focado em privacidade, está livre desse problema.
Essa descoberta pode complicar as coisas para o WhatsApp em batalhas judiciais. No Brasil, por exemplo, o app está à beira de enfrentar um quarto período de suspensão por se negar a fornecer dados de conversas entre potenciais criminosos. A empresa vem se defendendo há meses afirmando não ter acesso a esses dados.

Pâncreas artificial para diabéticos levanta US$1 mi em financiamento coletivo



A Bionics Beta, uma empresa criada pelo engenheiro biomédico Ed Damiano, conseguiu levantar US$ 1 milhão para o desenvolvimento de uma espécie de "pâncreas artificial" para diabéticos. O projeto é o primeiro a levantar este valor nas novas regras de financiamento coletivo dos Estados Unidos.
O valor foi arrecadado com a ajudade de 775 pessoas, que investiram, em média, US$ 1,3 mil, para tirar a ideia do papel. As ações daa empresa foram vendidas no site WeFunder, página que vende ações diretamente ao público, e não só a investidores profissionais.
A tecnologia usada no pâncreas artificial foi desenvolvida por Damiano, que tem um filho adolescente que sofre de diabetes e tem que injetar diariamente doses de insulina, caso contrário, entra em coma diabético. Alguns pacientes diabéticos já usam sensores implantados, capazes de "ler" o nível de glicose no sangue, além de aparelhos que bombeiam automaticamente a substância no corpo.
O fundador da empresa afirma que o objetivo é agir para beneficiar as pessoas que sofrem da doença, em detrimento dos lucros de curto prazo. "A ideia é ter muitas pequenas pessoas fazendo pequenos investimentos, ao contrário de grandes investimentos feitos pela infra-estrutura financeira tradicional", diz Marc A. Leaf, um dos investidores. A Bionics Beta recebeu um aporte de US$ 5 milhões da farmacêutica Eli Lilly, que vende insulina. A corporação possui 5% das ações da Bionics.
A nova empresa afirma que testou protótipos em voluntários e planeja iniciar um teste maior do dispositivo em março de 2017. Inicialmente, o aparelho só vai dispensar insulina, que age como um freio sobre o açúcar no sangue. Um modelo futuro vai liberar insulina e glucagon, um segundo hormônio que o corpo necessita quando os níveis de glicose são muito baixos.

Criminosos usam SMS para roubar dados de quem acessa o banco pelo smartphone



O chamado internet banking - acesso ao banco através de aplicativos de smartphones ou pela web no PC - tem crescido cada vez mais no Brasil. Em 2014, 4,7 bilhões de operações bancárias foram feitas pela internet no País, número que saltou para 11,2 bilhões em 2015, segundo o laboratório de pesquisa em segurança Kaspersky.


CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK E FIQUE POR DENTRO DE TODAS AS NOVIDADES DA TECNOLOGIA

Com isso, é claro que a ação de criminosos também se dirigiu para onde há demanda. Uma das estratégias usadas para roubar dados de quem acessa o banco pelo celular é o chamado SMiShing (phishing enviado por SMS). São mensagens de texto falsas que induzem a vítima a clicar num link para uma página maliciosa que se passa pelo seu banco.

O estelionato acontece da seguinte maneira: o usuário recebe uma mensagem SMS que aparenta ser da sua agência bancária. Normalmente, o texto diz que ele precisa acessar o link em anexo para atualizar seu cadastro, caso contrário terá sua conta bloqueada. Como diversos bancos realmente usam SMS para se comunicar com os clientes, a vítima acaba sendo mais facilmente enganada.

Reprodução

Ao seguir o link pelo PC, o site falso diz que o serviço de atualização de cadastro está liberadi apenas para dispositivos móveis - o golpe é preferencialmente aplicado pelo smartphone. Uma vez que o usuário abre a mesma página pelo navegador do celular (e não pelo app do seu banco), ele vê uma página com as cores e logos que simulam sua própria conta.

As página geralmente vêm com campos de formulário a serem preenchidos com dados sigilosos, como número de agência, de conta, senha, telefone e outras informações. A Kaspersky explica que as mensagens SMS são disparadas por agência de envio de mensagens em massa, contratadas e pagas por criminosos usando cartões de crédito clonados.

Reprodução

A Kaspersky tem uma lista de domínios que normalmenete são usados por criminosos nesses golpes, e que você confere clicando aqui. A recomendação é a de sempre tomar cuidado com links suspeitos encaminhados por SMS que abrem em páginas do navegador, e não do aplicativo do seu banco, por exemplo.


Smartphone de 7 polegadas roda Android e pode ser usado como um PC com Windows



O Holofone é um aparelho, no mínimo, difícil de explicar. Trata-se de um smartphone com tela de 7 polegadas, anunciado nesta sexta-feira, 29, pela fabricante norte-americana Akyumen, com sistema Android e um projeto embutido. Para completar o pacote, o dispositivo também pode funcionar como um PC com Windows 10.
Isso acontece graças a um recurso de dual-boot, que permite ao usuário escolher qual sistema ele quer usar quando liga o smartphone: Windows ou Android Lollipop. A Akyumen explica que não se trata de Windows 10 Mobile, o sistema móvel usado em smartphones Lumia, mas um Windows 10 desktop completo e funcional.
Reprodução
O projetor integrado ao phablet, quando ativado, expõe a tela em até 100 polegadas. Já a tela de 7 polegadas LCD tem resolução HD (1.920 x 1.080 pixels). O Holofone também vem com um processador Intel "Cherry Trail" Atom 8300 quad-core, 128GB de memória interna (expansível), 4GB de RAM e uma bateria de 3.500 mAh.
O phablet também tem duas câmeras, uma principal de 13MP e uma frontal de 5MP. As vendas do Holofone começam em setembro por US$ 750 (equivalente a cerca de R$ 2.420 em conversão direta).

sábado, 30 de julho de 2016

Governo Temer estuda taxar todas as compras internacionais



Se você costuma comprar produtos de sites estrangeiros como o Aliexpresse a Amazon, uma péssima notícia pode estar a caminho. Segundo a Folha de São Paulo, a equipe econômica do governo interino de Michel Temer está avaliando taxar todas as encomendas que chegam do exterior, independente de seu valor ou categoria.


De acordo com o jornal, o ministro da fazenda Henrique Meirelles e o ministro da Indústria Marcos Pereira, nomeados por Temer, debateram ontem a iniciativa. A proposta seria "bem vista pela equipe econômica", de acordo com a Folha. Ainda seria possível adotar apenas um valor simbólico para a isenção de impostos. A equipe ainda prometeu definir as mudanças em breve.
Consequências
Atualmente, compras no exterior com valor inferior a US$ 50 são isentas de impostos, e podem entrar livremente no país. Uma decisão da Justiça Federal de junho, no entanto, criou precedente para que compras de até US$ 100 entrem sem taxação, já que uma lei de 1980 impede que a tributação seja diferente para pessoas físicas e jurídicas.
Caso essa mudança ocorra, a realização de compras de sites da China, por exemplo, seria consideravelmente mais custosa. Como esses sites vendem produtos geralmente não disponíveis no Brasil a um preço bastante competitivo, muitos usuários aproveitam para fazer compras por lá. O valor baixo dos produtos, associado ao frete grátis, faz com que as encomendas geralmente fiquem abaixo dos US$ 50.
Essa mudança também poderia dar mais trabalhos às agências dos correios. Isso porque quando uma compra do exterior é taxada, ela precisa ser retirada em uma das agências, e nesse momento o comprador deve realizar o pagamento do imposto. Encomendas não taxadas, por sua vez, podem ser entregues diretamente ao endereço do comprador.

Facebook e WhatsApp não respeitam a lei brasileira, acusa MPF



O Ministério Público Federal subiu o tom para falar da questão do WhatsApp e do Facebook no Brasil. Em nota técnica subscrita também por todos os MPs estaduais, o órgão deixou claro que acredita que as empresas não respeitam as leis brasileiras ao não cooperar com as investigações policiais com os dados solicitados pela justiça.


“Uma vez que essas empresas se negam a cumprir as normas brasileiras, fica configurada a inadequação do serviço por elas prestado no País”, conclui o comunicado divulgado no site oficial do MPF.
O MPF não chega a falar em proibição definitiva dos serviços, mas reafirma que os bloqueios temporários estão previstos no Marco Civil e que devem continuar sendo usados sempre que forem esgotadas as outras formas de pressão (advertência, multa e bloqueio de contas bancárias).
Publicidade
As reclamações já são conhecidas de longa data por quem já acompanha o caso do WhatsApp contra a Justiça brasileira. O Marco Civil determina que empresas que prestem serviço no Brasil devem armazenar dados em segurança por seis meses para que possa entregá-los quando solicitado pelas autoridades com o devido mandado judicial. Enquanto isso, o Facebook alega que o WhatsApp não tem sede no Brasil e, portanto, não precisa atender a essa demanda jurídica brasileira.
O documento também fala da criptografia de ponta a ponta adotada pelo WhatsApp. Segundo o MPF, o “tema é da mais alta complexidade”, porque trata do equilíbrio entre a segurança das mensagens e privacidade dos usuários, mas também dificulta a obtenção de provas nas áreas cível e criminal. O problema, no entanto, é que “habitualmente as empresas utilizam este argumento para também se esquivar da obrigação de fornecer registros de comunicação, dados armazenados e os metadados, que não são criptografados”, diz o texto.
Segundo a nota, o descumprimento das ordens judiciais propicia a realização de crimes por intermédio destes serviços, “tais como tráfico de drogas (doméstico e internacional), divulgação de pornografia infantil, racismo, crimes de ódio, crimes patrimoniais e, no momento em que terão início os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, o crime de terrorismo”.

quinta-feira, 28 de julho de 2016

Imagem mostra como pode ser o novo console da Nintendo, segundo rumores


Já surgiram diversos rumores sobre o novo console da Nintendo, chamado até agora de Nintendo NX. Nesta semana, o site Eurogamer afirmou que o "console misterioso" será um misto de console portátil com estação fixa, trazendo controles que podem ser destacados.

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK E FIQUE POR DENTRO DE TODAS AS NOVIDADES DA TECNOLOGIA

A publicação afirmou ainda que o NX terá cartuchos no lugar de discos, e um novo sistema operacional. Até agora, o que se sabe é que o dispositivo agradou aos desenvolvedores. Na última semana, o CEO da Ubisoft, Yves Guillemot, afirmou que a espera deve valer a pena. "O que vimos é realmente algo grande. Acreditamos que será uma nova máquina para ajudar a indústria a continuar a crescer e trazer mais consumidores de volta", afirmou.
Com base nas informações oferecidas nas últimas semanas, o Eurogamer "imaginou" em uma ilustração como o dispositivo deve ser, o que significa que, embora seja possível que o console se pareça com o estimado, ele não necessariamente será idêntico ao produto.

Atualização gratuita do Windows 10 acaba amanhã


O Windows 10 vai completar um ano desde o seu lançamento e a Microsoft o ofereceu gratuitamente para usuários do Windows 7 e Windows 8.1, mas essa atualização sem taxa acaba amanha (29/07).
Os usuários têm até amanhã para realizarem a atualização do seu sistema sem ter que pagar por isso.
Após essa data a Microsoft vai começar a cobrar uma taxa de US$ 119. Além disso, os usuários que já tiverem atualizado seu sistema poderão obter a atualização de aniversário, marcada para o dia 02 de agosto, gratuitamente.

Nova ação contra o WhatsApp também pode tirar o Facebook do ar




A questão do WhatsApp com a Justiça brasileira está perto de respingar também no Facebook. Não a corporação, mas a rede social. O Ministério Público Federal do Amazonas pediu não apenas o bloqueio do serviço de chat, que já virou uma triste rotina, mas o próprio Facebook pode acabar fora do ar no Brasil por tabela.
O procurador da República Alexandre Jabur, autor do pedido de bloqueio de R$ 38 milhões (referente a várias multas individuais de R$ 1 milhão) do Facebook, fala abertamente sobre a possibilidade de suspensão total do Facebook no Brasil em publicação no site oficial do MPF-AM.
“A postura de não atendimento a ordens judiciais claramente se caracteriza como ato atentatório à dignidade da Justiça podendo, além da multa, vir a ser determinada a suspensão dos serviços da empresa no Brasil”, afirmou Jabur. Em caso de suspensão total dos serviços da empresa brasileira, também é de se esperar o bloqueio de outros serviços como o Instagram, por exemplo.
O caso corre em segredo de justiça, então vários detalhes ainda são desconhecidos. No entanto, sabe-se que o Facebook recebeu ordem de pagar o que deve em até 15 dias, ou enfrentar as consequências, que podem ser de um novo bloqueio, que pode ir além da suspensão temporária do WhatsApp e atingir outros serviços da empresa.
Resta saber se um bloqueio tão amplo teria respaldo jurídico. Da última vez em que um juiz decidiu solicitar o bloqueio do aplicativo, a decisão foi rapidamente derrubada pelo Supremo Tribunal Federal por um recurso do Partido Popular Socialista (PPS), alegando que a determinação feria as liberdades de expressão e manifestação defendidas na Constituição. O presidente do STF Ricardo Lewandowski considerou que o bloqueio do aplicativo foi uma medida desproporcional. É difícil pensar que uma solicitação ainda mais agressiva poderia se sustentar por muito tempo.

quarta-feira, 27 de julho de 2016

Saiba como deixar seu computador muito mais rápido gastando menos de R$ 300



Uma das maneiras mais simples de deixar um computador mais rápido é trocar o HD por um SSD. Apesar de serem mais caros e disponibilizarem menos espaço de armazenamento, são componentes que realizam a leitura dos dados de forma muito mais rápida.

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK E FIQUE POR DENTRO DE TODAS AS NOVIDADES DA TECNOLOGIA

Para entender melhor, enquanto o HD funciona de forma semelhante a um toca-disco, o SSD é inteiramente eletrônico. A sigla é derivada de Solid State Drive, ou Unidade de Estado Sólido. Para efeito de comparação, a leitura sequencial de um SSD (o Kingston SSDnow V300, por exemplo) é de 450 MB/s, enquanto a de um HD convencional gira em torno de 125 MB/s.
Já quanto ao espaço de armazenamento, não se preocupe tanto assim. Você pode adaptar seu HD antigo (em alguns modelos) para usá-lo como externo com um case. Assim, você ocupa a memória do SSD apenas com a instalação dos sistema operacional e dos programas mais utilizados.
Abaixo, você confere algumas das opções de SSDs com preços que cabem no bolso. Vale destacar que os valores são os sugeridos pelas marcas no lançamento, sendo que é possível encontrá-los custando menos no varejo.
Kingston SSDNow V300
Com 120 GB de espaço interno e interface SATA de 6 GB/s ele conta com velocidade de leitura de 450 MB/s e pesa 135 gramas. Custa R$ 254,90.
Reprodução
SanDisk Plus 2.5
O modelo da SanDisk tem 120 GB de espaço interno e conta com interface SATA de 6 GB/s, sendo resistente à choques pesando somente 60 gramas. A velocidade de gravação e leitura é de 520 MB/s. Ele custa R$ 259,90.
Reprodução
Kingston SSDNow UV400
Esse modelo já é mais parrudo e faz leituras de 550 MB/s. Ele foi lançado com três capacidades diferentes: 120, 240 e 480 GB. A versão mais barata pesa 56 gramas e sai por R$ 279,90.
Reprodução

Xiaomi apresenta smartphone que tem 2 câmeras traseiras


A Xiaomi tem um novo smartphone top de linha. Nesta quarta-feira, 27, a companhia chinesa apresentou o Redmi Pro, um smartphone com duas câmeras traseiras que custa a partir de 1.499 yuan (cerca de R$ 737, em conversão direta).


As duas câmeras ficam posicionadas na vertical, sendo que a de cima, da Sony, faz capturas a 13 MP, e a outra, da Samsung, fica nos 5 MP. A ideia é que a primeira lente fotografe imagens estáticas, enquanto a segunda cuide das informações em profundidade. A companhia afirma que a configuração equipara o foco dinâmico ao de uma câmera DSLR.


O aparelho conta com tela OLED de 5,5 polegadas, leitor biométrico, três opções de processador — o mais potente é o Helio X25, que tem 10 núcleos e 2,5 GHz. São 4 GB de RAM e 128 GB para armazenamento, a bateria é de 4050 mAh e há entrada para USB-C.
Feito em corpo de alumínio, o Redmi Pro será vendido em três opções de configuração — a que custa o equivalente a R$ 737 é a mais modesta, com processador Helio X20, 3 GB de RAM e 32 GB para armazenamento. Outro modelo, com Helio X25, 3 GB e 64 GB, custa 1.699 yuan (R$ 835), enquanto o mais potente (Helio X25, 4 GB e 128 GB) sairá por 1.999 yuan (R$ 983).


Google Maps ganha novo layout

O Google deu uma repaginada no Maps para que fique mais fácil se localizar e encontrar pontos de interesse usando o serviço.
Foram feitas três mudanças importantes. A primeira delas foi uma limpeza geral que tirou várias coisas dispensáveis — como o contorno que engrossava as linhas representando estradas — para dar espaço ao que realmente importa. “E melhoramos a tipografia de nomes de ruas, pontos de interesse, estações de trânsito e mais para torná-los mais distinguíveis de outras coisas no mapa”, explica a empresa.
Reprodução
Outra mudança foi justamente em relação a essas áreas de interesse. A partir de agora, as regiões com grande concentração de bares, restaurantes, hotéis etc. aparecem destacadas em laranja. Esse trabalho é normalmente feito com a ajuda de um algoritmo, mas em lugares de alta densidade, como Nova York, o Google usa mão de obra humana para o trabalho.


Por fim, o Maps empregou um novo esquema de cores que informa de forma mais clara o que está sendo mostrado no mapa. Fica mais fácil identificar hospitais, escolas, parques e regiões com água, entre outras coisas. Todas as novidades já estão disponíveis na versão do serviço para desktops e nos aplicativos para Android e iOS.
Reprodução

terça-feira, 26 de julho de 2016

Vaio anuncia linha de notebooks coloridos e de alto custo



A Vaio se popularizou no mercado de laptops por oferecer aparelhos de desempenho de ponta, design premium e preços altos. A nova linha de notebooks da empresa, porém, parece mirar em um público-alvo diferente, mas com o mesmo poder aquisitivo.

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK E FIQUE POR DENTRO DE TODAS AS NOVIDADES DA TECNOLOGIA

Trata-se da Vaio C15, uma série de laptops coloridos que custam caro e com especificações não tão impressionantes. Os aparelhos vêm em combinações de duas cores, como branco e cobre, cinza e azul, amarelo e preto, entre outras.
O usuário pode selecionar diferentes especificações no momento da compra, mas o modelo padrão vem com tela de 15,5 polegadas (1366 x 768), 4GB de RAM e processador Intel Celeron 3215U. O preço é equivalente a mais de R$ 3 mil.
Por enquanto, porém, o novo Vaio C15 só é vendido nas lojas da Sony na China e não tem previsão de ser lançado em outras partes do mundo, pelo menos por enquanto.

WhatsApp tem emoji "secreto" em homenagem aos Jogos Olímpicos


O WhatsApp atualizou silenciosamente sua coleção de emojis, incluindo um ícone para representar um dos maiores eventos esportivos do mundo: os Jogos Olímpicos. O emoji está disponível nas versões web e para Android e iOS.
No Android e na web, o ícone das olimpíadas fica na aba de esportes.

Reprodução
Já em dispositivos iOS, é preciso copiar o emoji de um amigo ou copiar os seguintes símbolos:
◯◯◯◯◯
WhatsApp tem uma emoji escondidos Jogos Olímpicos

segunda-feira, 25 de julho de 2016

Sem perceber, você pode fornecer seus dados pessoais na web; Saiba como evitar


O número de crimes de roubos de identidade tem aumentado nos últimos anos, em grande parte pela facilidade com que os criminosos encontram informações pessoais de usuários na internet, principalmente em redes sociais como o Facebook e o Twitter. De acordo com pesquisadores de segurança, esses dados são usados para empréstimos, cartões de crédito e até contratos de telefonia no nome de outras pessoas.




É preciso ficar atento com o número de detalhes divulgados na rede e garantir que as configurações de privacidade estão ativadas. Confira algumas informações que você deve proteger para evitar dores de cabeça:
1. Passaporte
Passaporte e identidade

Muita gente se empolga na hora de sair de férias e fotografa o passaporte. Se a vontade de tirar uma foto for incontrolável, procure fechar o documento. O passaporte aberto oferece o nome completo, a data de nascimento e o número do passaporte do usuário, dados que, em mãos erradas, podem garantir problemas.
2. Carro
Carro

Fotografar o carro novo, um sinal de conquista, também deve ser feito com cuidado. Evite fotografar a placa do automóvel. Quando menos dados o usuário oferecer, mais seguro ele ficará.
3. Número de telefone
Celular

Adicionar o número do celular no Facebook e permitir que todas as pessoas consigam visualizar pode não ser uma boa ideia. Evite também publicar o novo número, em caso de troca, na internet. Além de oferecer "pistas" a pessoas mal intencionadas, que podem fingir ser do banco, para conseguir detalhes, por exemplo, isso pode permitir que aquele colega chato te ligue sempre que quiser.
4. CPF

Só forneça o número de seu CPF quando ele for extremamente necessário. Se não foi solicitado, não divulgue esse dado. Ele pode ajudar pessoas a se passarem por você.
5. Senhas
Código de internet

Todo mundo sabe que não deve publicar suas senhas na rede, mas muita gente acaba dando dicas da palavra-chave. Se você está em um relacionamento no Facebook ou se é marcado em fotos com o namorado ou namorada, não use o nome do parceiro nas senhas. Times, bandas ou atores favoritos, além de datas de nascimento, também devem ser desconsiderados. Em uma busca rápida, criminosos conseguem facilmente todas essas informações.
Via BBC e Olhar Digital

Golpe usa falsos vídeos no Facebook para infectar dispositivos


Pesquisadores de segurança da ESET identificaram um golpe que usa falsos vídeos no Facebook para infectar dispositivos de usuários brasileiros.
Um dos principais objetivos é roubar contas do Facebook, permitindo acessá-las sem precisar de senha e até se passar pelo usuário, aplicando golpes em seus amigos na rede.

Os criminosos usam manchetes chamativas, como "Mistério resolvido! Criança desaparecida no Mato Grosso é encontrada dentro de cobra” e “Caso goleiro Bruno: após seis anos policia encontra vídeo de espancamento de Eliza Samudio”, para incentivar o usuário a clicar em links falsos para acessar as imagens. Depois de acessar a página maliciosa, o dispositivo é infectado e, depois de algumas horas, o usuário acaba compartilhando a mesma publicação, sem saber que o está fazendo.
Reprodução
“A escolha do Facebook tem como objetivo atingir o maior número possível de vítimas. E as pessoas precisam ficar bastante atentas a esse tipo de ataque, que tende a ser cada vez mais comum nas redes sociais mais populares”, afirma Camillo Di Jorge, Presidente da ESET.
Como se proteger
Para não cair nesse tipo de golpe, o usuário deve prestar muita atenção nos links em que clica. Se não sober a procedência ou tiver dúvidas sobre a página, não clique nela. Além disso, é importante acessar a internet somente de equipamentos seguros.

TP-Link lança extensor de Wi-Fi que alcança até 3 km²



A TP-Link está com um produto no mercado que promete acabar de vez com os problemas de alcance das conexões sem fio. O extensor de Wi-Fi RE590T é capaz de proporcionar que dispositivos em um raio de 3 km² do aparelho se conectem à internet. Vendido por US$ 129,95, ele não tem previsão de lançamento no Brasil.

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK E FIQUE POR DENTRO DE TODAS AS NOVIDADES DA TECNOLOGIA


O produto funciona com padrão 802.11ac e é capaz de alcançar velocidades de até 1.900 Mbps. Claro que, isso varia de acordo com o plano de internet contratado. Os amplificadores de 700 Mw ajudam-no a entregar maior potência na transmissão do sinal. Ele também possui três antenas dual-band.
Outra novidade no dispositivo é que ele possui tela touchscreen que permite o acesso às configurações. Dessa forma, o usuário não precisa de um computador para configurar o produto que ainda tem processador dual-core tornando-o ideal para atividades pesadas, como jogos de última geração e filmes 4K.
Reprodução


domingo, 24 de julho de 2016

Uber ganha rival com carros de autocondução no Oriente Médio



O Uber tem um novo rival no mercado de compartilhamento de veículos. O Careem, na verdade, já opera no Paquistão, Oriente Médio e Norte da África desde 2012, mas a empresa assinou um contrato para usar pods elétricos de autocondução que a coloca a empresa à frente do Uber.


O veículo, que é oferecido pela Next Future Transportation, lembra uma caixa que pode ser usada individualmente ou então em conjunto com outros módulos, como se fossem vagões de metrô. Cada módulo tem capacidade para transportar até 10 pessoas.
"Next oferece uma visão única e convincente para o transporte de massa. Estamos ansiosos para trabalhar de perto com eles”, explica O cofundador e diretor-gerente da Careem, Mudassir Sheikha.
Veja o vídeo:

Celular 'à prova de água' da Samsung falha em teste de mergulho



Embora o Galaxy S7 já seja resistente a água, a Samsung lançou em junho uma variante do smartphone que vem ainda mais protegido e, segundo a fabricante, totalmente à prova d'água. Isso não impediu, contudo, o Galaxy S7 Active de ser reprovado em um teste de submersão.




A organização Consumer Reports, que realiza testes de qualidade em produtos eletrônicos nos EUA, colocou o Galaxy S7 Active dentro de um tanque de água pressurizada a 2,12 psi, o equivalente a cerca de 1,5 metro abaixo d'água. O aparelho ficou lá por 30 minutos e, quando foi retirado, já não funcionava mais tão bem.
Segundo o Consumer Reports, o touchscreen deixou de responder, faixas verdes surgiram na tela e pequenas bolhas apareceram nas lentes das câmeras frontal e traseira. Em seguida, os analistas submergiram mais um modelo do Galaxy S7 Active nas mesmas condições, e novamente o smartphone falhou no teste de resistência.
Desta vez, a equipe relata que a tela do celular começou a desligar e ligar sozinha de tempos em tempos, o touchscreen também parou de funcionar e até o cartão SIM instalado no aparelho ficou úmido. Mesmo alguns dias depois, os smartphones não voltaram a funcionar corretamente.
Em resposta, a Samsung disse que recebeu poucas reclamações parecidas, e que, nesses casos, a garantia dos usuários cobria os danos. A empresa também argumentou que o Galaxy S7 Active é um dos aparelhos mais resistentes do mercado e possui certificado IP68, de modo que falhas como essas têm "uma possibilidade remota" de acontecer.

sábado, 23 de julho de 2016

Skype deixará de funcionar em smartphones desatualizados



A Microsoft anunciou algumas mudanças para o aplicativo do Skype, incluindo a finalização de suporte para Windows Phone e versões antigas do Android. De acordo com a empresa, o app continuará funcionando nas versões a partir do iOS 8, Android 4.03 e Windows 10 Mobile.

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK E FIQUE POR DENTRO DE TODAS AS NOVIDADES DA TECNOLOGIA

Quem tiver o Skype instalado em um desses dispositivos mais antigos não contará mais com atualizações do aplicativo. De acordo com o vice-presidente corporativo do Skype e Skype for Business, Gurdeep Pall, a marca teve seus problemas nos últimos dois anos, como falhas na sincronização e notificações atrasadas.
O Skype alegou que algumas falhas que o aplicativo começou a ter nos últimos meses foram causadas pela transição para servidores em nuvem, que a Microsoft pretende finalizar nos próximos meses.

Fique por dentro dos próximos conteúdos!O seu endereço de email não será publicado.

Nome

E-mail *

Mensagem *

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...